Votação encerrada às 23:59 do dia 04/04/2020. Confira os 10 projetos mais votados.
Votação popular

BIO154 - Efeito fungitóxico de extratos vegetais sobre o desenvolvimento in vitro do fitopatógeno Colletotrichum gloeosporioides (Penz.) causador da antracnose em mamoeiros

Sub-categoria: Microbiologia

Votação encerrada às 23h59 do dia 4/4/2020.
Confira os 10 projetos mais votados!.

Autoria: Augusto César Catuzzo

Orientação: Dionéia Schauren

Instituição: Colégio Estadual Jardim Porto Alegre - Unidade II

Resumo

(Ver pôster)

A antracnose é uma doença pós-colheita causada pelo fungo Colletotrichum gloeosporioides (Penz) e está presente em todo o Brasil, principalmente nas regiões Sul e Sudeste caracterizada pelo aparecimento de manchas escuras e irregulares, afetando o caule, ramos, folhas e frutos. Se a produção possuir condições favoráveis ao seu desenvolvimento, as perdas podem chegar a 100 % e muitas vezes para o controle são utilizados agroquímicos que podem trazem prejuízos à saúde, não só da planta como do produtor e do consumidor. Sabendo disso, o presente estudo objetivou avaliar a ação antifúngica de extratos vegetais aquosos de 28 diferentes plantas, nas concentrações de 5g/L-1, 10g/L-1 , 15g/L-1 e 20g/L-1, em meio BDA, totalizando 112 tratamentos mais o controle (sem extrato). O experimento foi desenvolvido no Laboratório de Ciências do Colégio Estadual Jardim Porto Alegre no município de Toledo-PR. Os extratos foram armazenados em garrafas PET devidamente higienizadas, com capacidade para 250mL, por um período de sete dias em ambiente com temperatura ambiente e sem incidência de luz. Após esse período os extratos foram diluídos em meio BDA, foram autoclavados e posteriormente inoculados. Avaliou-se o crescimento micelial das colônias a cada 24 horas até uma das colônias atingir o tamanho total da placa (10 dias). Os dados das médias de crescimento foram submetidos à análise de variância e a teste de média de Scott-Knott a 0,05% de significância. Os tratamentos com Ruellia simplex na concentração de 15gL -1 apresenta um maior potencial de inibição do crescimento do fungo Colletotrichum gloeosporioides (Penz.),diferindo com uma taxa de 34,44% de inibição do crescimento do fungo em relação ao controle, juntamente com o Quassia amara L. concentração de 15gL-1, que apresentou a taxa de 55,62% de inibição do crescimento do fungo.

Palavras-chave: Mamão, Controle alternativo, Fungicida natural