Votação encerrada às 23:59 do dia 04/04/2020. Confira os 10 projetos mais votados.
Votação popular

BIO087 - Avaliação do uso de extratos de Sansevieria trifasciata Prain em Brachiaria decumbens (Stapf) R.D. Webster como alternativa de herbicida natural para preservação de unidades de conservação ambiental

Sub-categoria: Botânica

Votação encerrada às 23h59 do dia 4/4/2020.
Confira os 10 projetos mais votados!.

Autoria: Ohanna Gabriely Souza Leite, Gabryella Valverde do Vale

Orientação: Ana Lúcia Barros, Carlos César Gonzalez de Luna

Instituição: E.E. Teotônio Vilela

Resumo

(Ver pôster)

A Brachiaria decumbens Stapf (Poaceae) é uma gramínea originária do continente africano da região dos Grande Lagos, Uganda. Foi introduzida no Brasil na década de 1950 como forrageira para alimentação de gado, e disseminou-se por várias regiões do território brasileiro, incluindo parques de unidades de conservação ambiental, como o Parque Nacional da Serra da Bodoquena, localizado em Bonito – MS, onde encontramos casos de endemismo (espécies exclusivas de determinada região) e um ecótono (transição entre dois ou mais biomas fronteiriços). O efeito alelopático da Brachiaria vem interferindo no desenvolvimento de plantas nativas de diversos biomas. O presente projeto tem como objetivo realizar testes a partir de extratos aquosos obtidos de órgãos vegetativos (caule, folha) da Sansevieria trifasciata Prain (Asparagaceae), em concentrações de 25%, 50%, 75% e 100%, que serão aplicados em B. decumbens para analisar qual órgão vegetativo apresenta o maior efeito alelopático. Espera-se que através dos testes de alelopatia que serão realizados com extratos feitos a partir de órgão vegetais de S. trifasciata, os extratos venham a proporcionar a diminuição no crescimento das folhas e na mortalidade de B. decumbens. O produto final deve proporcionar controle ou inibir o crescimento da B. decumbens, assim podendo diminuir seus impactos sobre o desenvolvimento de plantas nativas do parque e auxiliando na proteção de um dos mais interessantes ecossistemas do Pantanal.

Palavras-chave: Espada-de-São-Jorge , Serra da Bodoquena, Forrageira