Cobre o conteúdo enquanto carrega
As votações estão encerradas. Confira os projetos mais populares.
Projeto

ENG119 - Desenvolvimento de esteira rolante de descida autossuficiente com freio eletromagnético de baixo custo

Ícone
ENG

Engenharia

Sub-categoria

Eletrotécnica

Play
ícone Autoria Gabriel do Nascimento Carlos Leite, Mariana Moura Mendonça, Francisco Ivonêz da Silva Júnior
ícone Orientação Felipe Bento de Albuquerque, Francisca Jucileuda da Silva Souza

Resumo

Haja vista o elevado consumo energético e os consequentes altos gastos financeiros que as esteiras transportadoras tradicionais geram, decidimos desenvolver um mecanismo capaz de atenuar tais efeitos. Nossa ideia pautou-se na total mudança do sistema de funcionamento das esteiras transportadoras de descida, que levam os objetos de um ponto mais alto a um ponto mais baixo. Com isso, pretendíamos tornar essas esteiras independentes da rede elétrica. O sistema desenvolvido baseia-se no controle da velocidade da esteira por meio de um “freio de Foucault” adaptado. Nosso mecanismo difere-se bastante do sistema utilizado nas esteiras transportadoras de descida tradicionais, dado que, enquanto nestas o movimento da esteira é produzido por um motor elétrico, no protótipo esse movimento é gerado pelo peso do objeto transportado. O protótipo conta com polias que, quando giram, movimentam uma malha. Entretanto, acoplamos, nas duas extremidades de uma das polias do protótipo, um disco de alumínio cuja velocidade angular é sempre igual à desta polia. Ademais, fixamos ímãs de neodímio nas proximidades desses discos, de forma que, quando os discos entrarem em rotação, fiquem em movimento em relação aos ímãs. Assim, esperávamos que, quando a esteira fosse movimentada pelo peso do objeto transportado, um “freio de Foucault” fosse instantaneamente acionado e a velocidade de transporte ficasse constante. Após a montagem e os testes experimentais, concluímos que o “freio de Foucault” se adequa ao mecanismo que desenvolvemos, uma vez que tem a capacidade de transformar parte da energia cinética de rotação dos discos em “correntes de Foucault”, de maneira a fazer um movimento produzido pela aceleração gravitacional ser uniforme. Os objetivos que estabelecemos foram cumpridos, dado que conseguimos desenvolver um mecanismo que, além de não depender da rede elétrica, gera um resultado semelhante ao gerado pelo sistema tradicionalmente utilizado em esteiras transportadoras.

Palavras-chave: Esteira transportadora , Protótipo, Freio de Foucault

Foto do projeto