Cobre o conteúdo enquanto carrega
As votações estão encerradas. Confira os projetos mais populares.
Projeto

HUM254 - O uso de aplicativos e websites para aprendizagem de língua inglesa: uma análise qualitativa

Ícone
HUM

Ciências Humanas

Sub-categoria

Educação

Play
ícone Autoria Danielle dos Santos Chagas
ícone Orientação Stefanie Fernanda Pistoni Della Rosa
ícone Instituição IFSP - Campus Hortolândia

Resumo

Com a presença das tecnologias nas atividades cotidianas, o aprendizado de uma língua pode também ser orientado pelo uso de plataformas de informação e comunicação que possibilitam o redimensionamento de tempo e espaço para a aprendizagem. Compreendemos que aprender uma língua não se restringe a dominar regras gramaticais ou à memorização de vocabulários, mas conseguir interagir e se comunicar, criando sentidos na língua-alvo. Neste trabalho, apresentamos resultados de pesquisa que visa analisar e comparar os aplicativos Duolingo, Babbel e Memrise (aplicativos e websites gratuitos que se autodenominam plataformas de ensino de língua inglesa) considerando os seguintes critérios que compreendemos como essenciais para o ensino aprendizagem de uma língua estrangeira: desenvolvimento das quatro habilidades (produção e compreensão oral e produção e compreensão escrita), explicações gramaticais, exercícios de tradução para língua materna (L1) ou língua estrangeira (L2), conteúdo significativo e correção orientada das produções. Os aplicativos foram escolhidos a partir do número de downloads e da avaliação de usuários e a primeira lição de cada aplicativo foi analisada. A análise evidencia oportunidades de contato com o inglês a partir de conteúdos significativos, ou seja, conteúdos que permitem a transposição do que é aprendido para situação real de uso da língua. Todavia, há muito apoio na tradução da L-alvo para a L1, principalmente na explicação dos conteúdos gramaticais; não há oportunidades de desenvolvimento das produções escritas e orais e as correções são apenas indicações de certo ou errado, sem contextualização ou explicação. Verificamos que tais plataformas oportunizam contato com a língua estrangeira e podem ser utilizadas como um recurso que possibilita o desenvolvimento dos conhecimentos da língua inglesa. Entretanto, seus recursos se baseiam em uma compreensão de língua como código, sem considerar a língua como prática social e para comunicação e interação.

Palavras-chave: Inglês, Aplicativos de ensino, Ensino-Aprendizagem de línguas