Regras e critérios
engrenagens

Regras gerais

Atualizado em Agosto de 2021

1. Podem enviar projetos para a FEBRACE estudantes matriculados nos 8.º e 9.º anos do Ensino Fundamental, no Ensino Médio e no Ensino Técnico, de escolas públicas e particulares de todo o território nacional durante o ano de desenvolvimento e submissão do projeto. Todos os estudantes participantes devem ter pelo menos 12 anos completos durante o ano de desenvolvimento do projeto e no máximo até 20 anos, e não poderão completar 21 anos antes mês de maio no ano da realização da Mostra.

Para a FEBRACE 2022 os estudantes deve estar cursando o 8.º ou 9.º ano do Ensino Fundamental, o Ensino Médio ou o Ensino Técnico durante o ano de 2021

2. Os projetos podem ser desenvolvidos por um aluno, no caso de um projeto individual, por dois alunos ou no máximo três alunos, no caso de um projeto em grupo, com a participação de um adulto orientador. Os projetos precisam se enquadrar em uma das Categorias das Ciências e Engenharias. Os estudantes podem ser de idades, séries, escolas, cidades ou estados diferentes. Não é permitido a participação de projetos desenvolvidos por mais de 3 estudantes. Projetos desenvolvidos por mais de 3 estudantes serão desclassificados.

3. A submissão dos projetos é gratuita e deverá ser feita até a data limite publicada no calendário oficial da FEBRACE.

4. Cada estudante pode inscrever apenas UM projeto, que pode representar até no máximo 12 meses de desenvolvimento, iniciado ou concluído no ano de submissão do projeto. Os projetos desenvolvidos com duração maior do que 12 meses, devem ser fragmentados em fases de no máximo 12 meses cada, sendo que a fase mais recente é a que deve ser submetida à FEBRACE, e o projeto deve ser apresentado como uma Continuação de Projeto Anterior. Neste caso, é necessário preencher o formulário específico para projetos de Continuação. O início da pesquisa de campo ou da fase experimental, ou de prototipagem deverá ser considerado como data inicial do projeto. Não se deve considerar o período inicial de levantamento e pesquisa bibliográfica.

5. Pode ser considerado como Continuação de Projeto Anterior, todo projeto realizado a partir de um projeto iniciado pelo estudante anteriormente na mesma área de pesquisa ou que utilize a mesma fundamentação teórica. Projetos iniciados por outros estudantes, em que já existam resultados e análises anteriores, e continuados por outros estudantes, devem ser considerados Continuação de Projeto Anterior, e o delineamento de dados já coletados e as novas variáveis estudadas devem ser esclarecidos. Projetos realizados pelos estudantes a partir de trabalhos de outros pesquisadores não são considerados Continuação de Projeto Anterior, mas o estudante deverá demonstrar os elementos do projeto que ele desenvolveu e quais partes do projeto são de autoria de outro pesquisador, citando as devidas fontes. Este item independe da participação do estudante em edições anteriores da FEBRACE ou em outras mostras científicas.

6. Estudantes, orientadores e coorientadores devem ler e concordar com a política de privacidade da FEBRACE, como pré-requisito para sua inscrição. Todos os participantes devem ser devidamente cadastrados durante a submissão do projeto e não é permitida a troca, alteração ou inclusão de participantes após a submissão do projeto.

7. A documentação preparada pelo estudante deverá enfatizar apenas o que foi realizado pelo próprio estudante, identificando as atividades realizadas com ajuda externa. A documentação deve se concentrar apenas na fase mais recente do projeto, mencionando anos anteriores de forma breve, sem entrar em detalhes, apenas para contextualizar o projeto apresentado.

8. O estudante deve referenciar e incluir créditos em todo conteúdo inserido em sua pesquisa que não é de sua própria autoria, identificando os autores e as fontes destes materiais. Não copie e cole. Projetos que possuam conteúdos plagiados ou copiados sem as devidas referências estão sujeitos a desclassificação.

9. O estudante deve desenvolver o projeto obrigatoriamente com um adulto orientador, podendo ter ainda um coorientador. Orientador e coorientador podem participar de múltiplos projetos. O orientador e coorientador não podem ser estudantes de Ensino Básico. O orientador deve ter no mínimo 21 anos durante a orientação dos estudantes. O coorientador deve ter no mínimo 18 anos e ter concluído o Ensino Médio durante a orientação dos estudantes.

10. O estudante deve desenvolver o projeto seguindo a Metodologia Científica ou a Metodologia de Engenharia, com rigor científico, registrando todos os passos, tais como: esboços, anotações, coletas, testes, resultados, e análises. Deve conter também um Diário de Bordo do projeto.

Para dicas de como preparar seu projeto, clique nos links abaixo:
Metodologia Científica
Metodologia de Engenharia
Diário de Bordo

11. Todos os projetos inscritos devem apresentar Plano de Pesquisa (preparado antes do início do projeto), Relatório ou Artigo Científico do projeto (preparado após a conclusão do projeto), Resumo do Projeto (preparado a partir do relatório ou artigo científico do projeto), um cadastro das informações do projeto (pelo sistema de submissão) e eventuais formulários adicionais, que estão disponíveis na Biblioteca de Documentos.

Para dicas como preparar seu projeto, e acesso ao ambiente de submissão e à biblioteca de documentos, clique nos links abaixo:
Plano de Pesquisa
Relatório do Projeto
Artigo Científico
Resumo do Projeto
Formulários e Documentos

12. Os projetos devem estar enquadrados em uma das seguintes categorias e em de suas respectivas subcategorias: Ciências Agrárias, Ciências Biológicas, Ciências Exatas e da Terra, Ciências Humanas, Ciências da Saúde, Ciências Sociais Aplicadas, Engenharia.

13. Autores de projetos que envolvam pesquisas com participação humana, animais vertebrados, agentes biológicos potencialmente perigosos (com substâncias patogênicas, recombinação de DNA e tecidos humanos ou de animais), substâncias, atividades e equipamentos controlados ou perigosos, ou projetos que sejam continuação de projetos anteriores devem preencher formulários adicionais. A exigência destes formulários procura garantir a segurança do estudante e a condução da pesquisa nas normas estabelecidas pela legislação brasileira e internacional. O detalhamento destas regras pode ser encontrado no seguinte link: Normas de Segurança.

14. São avaliados apenas projetos que apresentem todos os dados e documentos exigidos e atendam as regras acima. Aqueles que não estiverem de acordo com estas regras serão desclassificados.

15. São selecionados pelo menos 300 projetos para a participação na Mostra de Finalistas da FEBRACE. Os finalistas são selecionados a partir dos projetos submetidos diretamente, avaliados pelo Comitê de Pré-Avaliação e selecionados e pelo Comitê de Seleção, e também a partir de finalistas indicados pelas Feiras Afiliadas da FEBRACE.

16. O Comitê de Seleção seleciona os melhores projetos submetidos para participação na FEBRACE com base nas avaliações do Comitê de Pré-Avaliação, na quantidade de projetos submetidos por categoria e na distribuição de alunos por estado conforme dados oficiais do Censo Escolar da INEP. O Comitê de Seleção determina também um limite de projetos por escola. Os projetos selecionados pelo Comitê de Seleção e pelas Feiras Afiliadas para participar da FEBRACE são denominados projetos finalistas.

17. Os projetos finalistas da FEBRACE são anunciados na página de Finalistas e Premiados, na data divulgada no calendário oficial da feira. Nesta data também é publicado o documento “Orientações para Finalistas”, com as instruções que os estudantes e seus orientadores deverão seguir para confirmação da participação na mostra de finalistas.

Para acessar a lista de finalistas e premiados e o calendário oficial, clique nos links abaixo:
Lista de finalistas e premiados
Calendário Oficial

18. A apresentação do projeto durante a Mostra de Finalistas e nas bancas de avaliação deve ser realizada pelo próprio estudante. Quando o projeto finalista for realizado em grupo, recomenda-se que os 2 ou 3 estudantes autores estejam presentes para apresentar o projeto, mas caso isto não seja possível, a presença de pelo menos 1 dos estudantes finalistas garante a participação do projeto na Mostra. O projeto não poderá ser apresentado por pessoas que não sejam os estudantes finalistas. O orientador ou o coorientador não poderão apresentar o projeto no lugar dos estudantes.

19. Os estudantes finalistas devem apresentar na Mostra de Finalistas a documentação da realização do seu projeto, incluindo o Plano de Pesquisa, o Relatório, o Resumo e o Diário de Bordo do Projeto. Os estudantes devem preparar também uma apresentação oral e um pôster ou painel explicativo do projeto, que também serão avaliados. Os estudantes devem preparar um vídeo de apresentação do projeto, que será destacado no estande virtual do projeto. O funcionamento de protótipos pode ser demonstrado, mas não é obrigatório. Os estudantes podem recorrer a recursos auxiliares como apresentações audiovisuais, slides e vídeos. O estudante deverá utilizar o espaço disponível de seu estande para expor o material de seu projeto. Se as medidas ocupadas pelo material do projeto (protótipo, maquete ou estrutura) ultrapassarem o espaço disponível do estande, os estudantes deverão buscar soluções alternativas como fotografias, vídeos ou protótipos reduzidos.

Veja dicas de como preparar seu pôster

20. Nos estandes dos projetos, não será permitida a presença e a utilização de organismos vivos, incluindo plantas. Espécimes mortos, desde que contidos em recipientes hermeticamente fechados serão permitidos. Espécimes, ou partes dos mesmos, conservados através de taxidermia não serão permitidos, assim como o manuseio de qualquer produto químico e fluidos no geral, incluindo água (exceção para água contida dentro de um sistema fechado, sem vazão, que não será manuseado). Não será permitida, nos estandes da feira, a presença e manuseio de substâncias e materiais perigosos, tais como venenos, drogas ilícitas, material inflamável ou bélico. Também não será permitida, nos estandes da feira, a utilização de gelo seco ou outros sólidos sublimáveis, bem como de baterias com células abertas.

21. Durante a Mostra de Projetos Finalistas, os estudantes são avaliados por um Comitê de Avaliação que analisa os estudantes e seus projetos segundo os seguintes critérios – os materiais que serão efetivamente analisados pelos avaliadores poderão ser ajustados de acordo com o programa de atividades de cada edição:

→ Planejamento do Projeto;
→ Execução do Projeto;
→ Inovação do Projeto;
→ Atitude Científica do Estudante;
→ Criatividade do Estudante;
→ Apresentação do Estudante;
→ Poster;
→ Diário de Bordo;
→ Relatório ou Artigo Científico;

22. Com base nas avaliações do Comitê de Avaliação, a Organização da FEBRACE atribui prêmios para os projetos classificados como primeiro, segundo, terceiro e quarto lugar por categoria. Os projetos desenvolvidos individualmente ou em grupo competem juntos dentro de suas categorias. Também são reconhecidos os projetos de maior destaque de cada unidade federal representada na mostra.

23. Prêmios de Associações Científicas são atribuídos com base nas avaliações do Comitê de Avaliação e nas restrições de cada organização. Empresas ou instituições premiadoras podem reconhecer estudantes e projetos de acordo com seus próprios critérios de premiação, ou estabelecer regras de elegibilidade específica para os seus prêmios.

24. A classificação para participar da feira internacional ISEF depende do regulamento da mesma. A ISEF exige que os estudantes selecionados tenham menos de 20 anos no dia 1.º de maio do ano de realização da feira.

25. A Organização da FEBRACE se reserva o direito de modificar ou ajustar a qualquer momento as regras acima.